Ir direto para menu de acessibilidade.
Saúde do Viajante
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Ações e Programas
  4. >
  5. Academia da Saúde
  6. >
  7. Construção de polos
Início do conteúdo da página

Academia da Saúde

Construção de polos

Publicado: Quinta, 22 de Outubro de 2015, 11h30 | Última atualização em Quinta, 31 de Agosto de 2017, 16h03

Os polos do Programa Academia da Saúde

O Programa Academia da Saúde tem como um de seus pontos centrais a implantação de polos dotados de infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados, o que potencializa a realização de ações variadas de promoção da saúde, como: práticas corporais e atividades físicas, promoção da alimentação saudável, mobilização da comunidade, práticas artísticas e culturais, gestão participativa, entre outras preconizadas pelo Programa. É, portanto, mais um espaço do SUS de referência e de vivência nos territórios que compõem as redes de atenção à saúde.

A construção desses espaços deve seguir as orientações da Portaria nº 1.707/2016 (Anexo 01 – Programa de Necessidades) e obedecer à Identificação Visual do Programa. 

Para aumentar as possibilidades de vínculo do programa com o território, indicamos que todo processo, da escolha do local ao projeto arquitetônico, seja feito com a participação da equipe de Atenção Básica local e da comunidade, além de engenheiros/arquitetos.

O Programa Academia da Saúde possui três modalidades de polo:

Modalidades

Valor de Repasse
(Antes da PT nº 381/GM/MS, de 06/02/2017)

Valor de Repasse
(Antes da PT nº 381/GM/MS, de 06/02/2017)

Básica 
– 250 m²

R$ 80.000,00

R$ 81.000,00

Intermediária 
– 263,2 m²

R$ 100.000,00

R$ 125.000,00

Avançada 
– 451,2 m²

R$ 180.000,00

R$ 218.000,00

Os polos do programa são compostos por dois espaços: área coberta e área descoberta.

A área coberta de apoio, também chamada de edificação de apoio, tem sua funcionalidade referente à proteção ao clima (sol e chuva) e à realização de atividades simultâneas e coletivas.

A área descoberta é um espaço que deve ter uma parte livre, para atividades coletivas sem uso de aparelhos, e outra facultativa a ser preenchida por equipamentos de exercício físico de alvenaria, conforme anexo 1 da Portaria nº 1.707/2016. A disposição dos equipamentos previstos nesta Portaria deve ser organizada de maneira a garantir a circulação de várias pessoas ao mesmo tempo e a realização do exercício nas várias amplitudes. Esses equipamentos facultativos são: barra horizontal tripla, barra paralela, bancos, prancha abdominal, barra marinheiro, espaldar e a barra fixa de apoio.

Por que construir um polo de Academia da Saúde no meu município?

Os polos do Programa Academia da Saúde são espaços privilegiados para o desenvolvimento de ações de promoção da saúde, por ter estruturas próprias e adequadas para tal fim. A construção de estruturas próprias ajuda a viabilizar a continuidade de atividades e também mobiliza a comunidade, que passa a compartilhar o mesmo espaço físico, para atuar na proposição de ações inovadoras para melhoria da qualidade de vida de todos.

A utilização do polo e sua dinamização podem ser vistas como um “cartão de visitas” de um programa de promoção da saúde.

Fim do conteúdo da página