Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Gestão do SUS
  4. >
  5. Economia da Saúde
  6. >
  7. Banco de Preços em Saúde
Início do conteúdo da página

Gestão do SUS

Banco de Preços em Saúde

Escrito por Alessandra Bernardes | Publicado: Terça, 18 de Julho de 2017, 17h11 | Última atualização em Quinta, 30 de Novembro de 2017, 17h42

O Banco de Preços em Saúde é um sistema criado pelo Ministério da Saúde com objetivo de registrar e disponibilizar on lineas informações das compras públicas e privadas de medicamentos e produtos para a saúde.

O BPS é gratuito e qualquer cidadão, órgão ou instituição pública ou privada pode acessá-lo para consultar preços de medicamentos e produtos para a saúde.

Criado em 1998, atualmente é gerenciado pela Coordenação Geral de Economia da Saúde (CGES), do Departamento da Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento (DESID), da Secretaria Executiva (SE), do Ministério da Saúde.

O BPS foi desenvolvido a partir de quatro objetivos prioritários:

  • Atuar como ferramenta de acompanhamento do comportamento dos preços no mercado de medicamentos e produtos para a saúde;
  • Fornecer subsídios ao gestor público para a tomada de decisão;
  • Aumentar a transparência e a visibilidade no que se refere à utilização dos recursos do SUS para a aquisição de medicamentos e produtos para a saúde;
  • Disponibilizar dados que possam subsidiar o controle social quanto aos gastos públicos em saúde.

Idealizado para disponibilizar dados de compras de medicamentos e produtos para saúde, o Banco de Preços é uma ferramenta essencial para os gestores públicos. Esse sistema contribui para a melhoria das negociações diante dos fornecedores, gera para a administração governamental e cidadãos conhecimento dos preços do mercado e aumenta a transparência e a visibilidade para aquisição de medicamentos e produtos. O uso dessa ferramenta é fundamental para o desenvolvimento de todo Sistema Único de Saúde.

Obrigatoriedade de utilização

Em junho de 2017 foi publicada a Resolução nº 18 da Comissão Intergestores Tripartite que tornou obrigatória a utilização do BPS pelos estados, municípios e distrito federal.

Para cumprir com as determinações da Resolução, as instituições de saúde que realizam licitações de medicamentos deverão possuir um cadastro no BPS de forma que consigam fazer a inserção das informações de suas compras no sistema.
Inicialmente será obrigatória informar no BPS apenas as compras de medicamentos. A data para inserção de materiais e produtos para a saúde será pactuada oportunamente.

Para se cadastrar no BPS é preciso acessar o sistema, clicar em “cadastre-se” dentro da opção de Acesso Restrito e preencher o formSUS de cadastro. Para mais informações sobre o cadastro, acesse o Passo a Passo de Cadastro de Usuários disponível na seção de treinamentos.

Dúvidas Frequentes e Treinamentos

Para auxiliar os novos usuários do sistema na navegação e utilização do BPS, estão disponíveis treinamentos online em formatos de vídeos e de arquivos de passo a passo, que podem ser baixados e consultados sempre que for necessário.

Os treinamentos apresentam o sistema, mostram como se realizam consultas de informações importantes e obrigatórias para a inserção das compras e também dão dicas importantes.

Para realizar os treinamentos online, acesse aqui.

Para acessar o Manual de Consulta e Análise de Preços Utilizando o Banco de Preços em Saúde, clique aqui.

Além dos treinamentos, também há uma seção de dúvidas frequentes que pode ser acessada aqui.

Acesse o Sistema

Treinamentos

Planilha Eletrônica de Importação

Bases Anuais Compiladas

Câmara Técnica do BPS

Catálogo de Materiais – CATMAT

Perguntas Frequentes

Manual do BPS

Legislação

Contatos

registrado em:
Fim do conteúdo da página