Ir direto para menu de acessibilidade.

Vacine-se

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. SESAI - Notícias
  6. >
  7. Visitas nas aldeias do RN potencializam parcerias para a saúde indígena da região
Início do conteúdo da página

Visitas nas aldeias do RN potencializam parcerias para a saúde indígena da região

Escrito por Leonardo | Criado: Segunda, 14 de Abril de 2014, 14h56 | Publicado: Segunda, 14 de Abril de 2014, 14h56 | Última atualização em Segunda, 14 de Abril de 2014, 14h56

Comunidades indígenas aldeadas do Rio Grande do Norte estão recebendo visitas de equipes de saúde multidisciplinar do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Potiguara. Os encontros visam firmar parcerias para articular ações de saúde com os municípios onde estão localizadas essas comunidades. Nessa primeira etapa, foram visitadas as aldeias Caboclos do Açu, no municio de Assu; e Mendonça do Amarelão, em João Câmara. As duas comunidades somam cerca de 2,2 mil indígenas, conforme mapeamento realizado.

“É importante essa aproximação com as secretarias de Saúde municipais, uma vez que os dados e os sistemas de informação e notificação adentram e fazem parte do município, potencializando a atenção básica através do DSEI”, explica Jaira Alana Pereira, da Divisão de Atenção à Saúde (DIASI) do DSEI Potiguara.

Ela esclarece que a Secretaria Especial da Saúde Indígena (Sesai), do Ministério da Saúde, tem como objetivo promover a tenção básica com todos os seus programas, sendo necessária essa articulação com as secretarias de Saúde dos municípios e do Estado. “Não podemos sinalizar um trabalho isolado, tendo em vista que o indígena é munícipe”, observa, ressaltando que as visitas estão sendo acompanhadas pelo coordenador distrital, Adriano Andrade.

Os trabalhos dos encontros estão sendo realizados nos municípios do Rio Grande do Norte em conjunto com técnicos da Subcoordenadoria de Informação, Educação e Comunicação (SIEC) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap-RN). Outras reuniões e visitas irão acontecer nos municípios de Goianinha e Canguaretema, nos Eleotérios do Catu, e finalizando em Baia Formosa, na comunidade de Sagi.

No final de março, o DSEI Potiguara participou de reunião com técnicos da SIEC, em Natal, para articular os encontros, e esteve presente a chefe da Divisão de Atenção à Saúde indígena (DIASI), Eliane D’Angelis Andrade, e a enfermeira Leniana Silva.

As articulações para ações de atendimento à saúde indígena nas comunidades do RN são de responsabilidade do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Potiguara, com sede em João Pessoa, na Paraíba. “É importante frisar que a iniciativa do atendimento no Rio Grande do Norte foi aprovada durante a 5ª Conferência Nacional de Saúde Indígena (5ª CNSI), realizada em 2013”, destaca o coordenador distrital, Andriano Andrade. De acordo com dados do Sistema de Informação da Saúde Indígena (SIASI), a população indígena na Paraíba é superior a 15,9 mil indígenas, abrangendo 32 aldeias nos municípios dos Polos Base de Rio Tinto, Marcação e Baia da Traição.

Por João Bosco de Araújo

Fim do conteúdo da página