Ir direto para menu de acessibilidade.

Vacine-se

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Agência Saúde
  6. >
  7. Sapucaia do Sul (RS) tem reforço para atendimentos de hemodiálise
Início do conteúdo da página

Sapucaia do Sul (RS) tem reforço para atendimentos de hemodiálise

Escrito por Ausinda Pereira | Publicado: Quarta, 12 de Setembro de 2018, 17h13 | Última atualização em Quarta, 19 de Setembro de 2018, 17h54

Os recursos federais, no total de R$ 2,3 milhões, são para custeio de tratamento de pacientes renais crônicos no município gaúcho

O serviço de hemodiálise na cidade de Sapucaia do Sul (RS) está recebendo um reforço total de R$ 2.385.227,52, que irá beneficiar a população atendida por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).  O Ministério da Saúde habilitou o estabelecimento Pró Renal Sapucaia Clínica de Doenças Renais, em Atenção Especializada em Doenças Renais Crônicas com Hemodiálise.

O recurso destinado ao custeio do serviço de nefrologia é proveniente do remanejamento de quatro municípios gaúchos, sendo: Canoas, R$ 1.223.453,28; Esteio, R$ 981.181,80; São Leopoldo, R$ 41.403,96; e Porto Alegre R$ 104.444,23 e do Estado do Rio Grande do Sul R$ 34.744,20, conforme termos de Portaria publicada no Diário Oficial da União. 

Sapucaia do Sul terá o repasse feito pelo Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Municipal de Saúde de forma regular e automática, em parcelas mensais. O recurso integra o Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (FAEC) para nefrologia, incentivo financeiro que custeia parte desse tipo de procedimento, como hemodiálise e diálise peritoneal. Com ele é possível ampliar, qualificar e aprimorar os serviços de nefrologia oferecidos aos pacientes renais crônicos.

Em todo o Brasil, existem 721 estabelecimentos habilitados para oferecer tratamentos renais pela rede pública de saúde. Entre 2010 e 2017, 122 novos serviços foram habilitados. Já o número de máquinas de hemodiálise disponíveis no SUS são  24.213 atualmente.

Por Zinda Perrú, da Agência Saúde

Atendimento à imprensa

(61) 3315-3880 / 3587

Fim do conteúdo da página