Ir direto para menu de acessibilidade.

Vacinação

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Agência Saúde
  6. >
  7. 46 municípios de Goiás não atingiram meta de vacinação contra pólio e sarampo
Início do conteúdo da página

46 municípios de Goiás não atingiram meta de vacinação contra pólio e sarampo

Escrito por nivaldo.coelho | Publicado: Quarta, 12 de Setembro de 2018, 15h13 | Última atualização em Quarta, 12 de Setembro de 2018, 18h04

Campanha nacional de vacinação termina na próxima sexta-feira (14). Em todo país, a cobertura vacinal contra a poliomielite e o sarampo está em 94%

A três dias do término da Campanha Nacional de Vacinação, 46 municípios de Goiás não atingiram a meta de vacinar, pelo menos, 95% das crianças de um a menores de cinco anos contra o sarampo e a poliomielite. Dados preliminares do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), alimentado pelos estados, apontam que o estado de Goiás vacinou 97,82% do público-alvo contra a pólio e 97,02% contra o sarampo, já atingindo a meta do Ministério da Saúde. A capital registra boa cobertura, porém ainda não atingiu a meta, com 93,04% das crianças vacinadas contra a pólio e 91,47% contra o Sarampo. Em todo o estado, foram aplicadas mais de 710.455 mil doses das duas vacinas.

Todas as crianças de um a menores de cinco anos devem se vacinar independente da situação vacinal. O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, destaca a importância da mobilização de toda a sociedade para atingir a meta de vacinação. “A Campanha termina na próxima sexta-feira (14). Pais e responsáveis devem buscar os postos de vacinação. A vacina é a forma mais eficaz de proteger nossas crianças contra doenças já eliminadas no país”, enfatizou o ministro.

CAMPANHA SARAMPO E POLIOMIELITE

A média nacional de vacinação está em 94%. Foram aplicadas em todo país cerca de 20,8 milhões de doses das vacinas (10,4 milhões de cada vacina). Onze estados e mais de 4 mil (72%) municípios atingiram a meta. Mas cerca de 1.500 cidades ainda devem buscar alternativas para vacinar 95% do público-alvo até a sexta-feira (14), quando se encerra a Campanha Nacional de Vacinação.

Na faixa etária de 3 e 4 anos, a cobertura vacinal está acima da meta, com 96,95% e 95,44%, respectivamente. A maior preocupação é com faixa de um ano de idade, cuja cobertura ainda está em 85,45%. 

O sarampo e a poliomielite são doenças infectocontagiosas que podem resultar em complicações graves para as crianças, além de levar até a casos de morte. 

Para mais informações, acesse as páginas especializadas sobre sarampo, poliomielite e vacinação em geral no portal do Ministério da Saúde.

Confira os municípios que estão com a cobertura vacinal  de Pólio e Sarampo abaixo de 95%.

 

Municipio

Poliomielite

Sarampo (Triplice Viral

Cobertura

Cobertura

ACREUNA

88,7

88,7

ALVORADA DO NORTE

76,9

75,4

AMARALINA

88,1

87,5

ANAPOLIS

90,9

89,6

ANICUNS

88,5

88,5

APARECIDA DE GOIANIA

92,0

88,8

AURILANDIA

91,0

91,0

BONOPOLIS

94,6

94,6

BURITINOPOLIS

87,7

87,7

CACU

92,1

92,1

CAIAPONIA

81,5

87,2

CAMPO ALEGRE DE GOIAS

87,0

87,0

CAVALCANTE

83,2

83,2

CORREGO DO OURO

90,7

90,7

CORUMBA DE GOIAS

73,0

72,8

DAVINOPOLIS

93,4

91,2

FORMOSA

88,7

88,3

FORMOSO

87,1

87,1

DIVINOPOLIS DE GOIAS

80,4

80,4

GOIANDIRA

94,1

94,1

GOIANIA

93,2

91,6

IACIARA

71,9

71,7

ITARUMA

80,9

80,9

JARAGUA

86,1

84,1

JUSSARA

93,6

92,4

MIMOSO DE GOIAS

79,9

79,9

MINACU

81,7

83,2

NIQUELANDIA

82,7

82,7

NOVA CRIXAS

80,4

78,8

NOVA GLORIA

85,1

85,1

NOVA ROMA

90,1

89,6

NOVO BRASIL

93,0

93,0

PADRE BERNARDO

93,9

93,9

PALMEIRAS DE GOIAS

76,5

76,5

PETROLINA DE GOIAS

84,6

81,6

QUIRINOPOLIS

87,6

90,2

RIO VERDE

89,6

88,1

SANTA RITA DO ARAGUAIA

89,0

89,7

SANTA RITA DO NOVO DESTINO

75,5

75,5

SANTA TEREZA DE GOIAS

87,3

87,3

SANTO ANTONIO DA BARRA

89,0

89,0

SAO DOMINGOS

75,6

75,5

SITIO D'ABADIA

89,4

89,4

URUACU

87,0

84,3

VILA BOA

94,5

94,8

VILA PROPICIO

90,9

90,9

Por Victor Maciel, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa

(61) 3315-3580 /2745 /2351

15-3580 /2745 /2351

Fim do conteúdo da página