Ir direto para menu de acessibilidade.

Movimento Vacina Brasil

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Agência Saúde
  6. >
  7. Ministério da Saúde libera R$ 78,2 milhões para hospitais de Goiás
Início do conteúdo da página

Ministério da Saúde libera R$ 78,2 milhões para hospitais de Goiás

Escrito por cristiane.carvalho | Publicado: Quarta, 19 de Dezembro de 2018, 20h02 | Última atualização em Quarta, 19 de Dezembro de 2018, 20h02

Anúncio foi feito durante inauguração do HMAP, em Aparecida de Goiânia. O recurso vai beneficiar a população atendida pelo SUS, no novo hospital e na Santa Casa de Anápolis 

 O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, destinou R$ 78,2 milhões para ampliar e qualificar a assistência aos usuários atendidos pelo Sistema Único de Saúde, SUS, nos municípios de Aparecida de Goiânia e Anápolis, em Goiás. Serão R$ 49.38 milhões de recurso adicional, por ano, para garantir o custeio do Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP), e mais R$ 23,37 milhões para aquisição de equipamentos para a unidade. O anúncio foi feito pelo ministro da saúde, Gilberto Occhi, durante solenidade de inauguração do HMAP, nesta quarta-feira (19/12), com a presença do presidente Michel Temer. O Ministério da Saúde destinou para a construção do hospital R$ 60,47 milhões, que recebeu de contrapartida do município R$ 3,41 milhões. A unidade já havia recebido entre 2016 e 2017, R$ 17,8 milhões em equipamentos, totalizando R$ 78,27 milhões repassados anteriormente pela pasta. Esses recursos somados aos novos valores anunciados correspondem a R$ 151 milhões investidos pelo Governo Federal para o funcionamento do HMAP. 

“São incentivos importantes do Governo Federal, a partir da decisão do presidente Michel Temer de incentivar a melhoria da assistência em saúde, quando da entrega de um hospital desse porte não somente para atender a cidade de Aparecida de Goiânia, mas toda região próxima. Nos dá muito orgulho e temos certeza que as pessoas serão atendidas aqui com qualidade na oferta dos serviços”, ressaltou o ministro Gilberto Occhi, ao cumprir agenda na cidade.

Já Anápolis terá um reforço de R$ 5,5 milhões, sendo R$ 1,78 milhão para a habilitação de 25 leitos de unidade de cuidados prolongados na Santa Casa, destinados a pacientes de clínica estáveis que precisam de reabilitação decorrentes de traumas ou cirurgias. Além disso serão R$ 3,5 milhões para aquisição de um aparelho de ressonância magnética, R$ 125 mil para construção de uma academia da saúde e R$ 109 mil para aquisição de caminhonete para vigilância em saúde, no município.

ESTRUTURA DO HMAP

O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia será referência para 55 municípios da região Centro-Sudeste de Goiás. A unidade possui 21 mil metros quadrados e terá 230 leitos. A estrutura do hospital terá pronto-atendimento, atendimento de urgência e de apoio terapêutico, ambulatório, exames realizados com equipamentos de raio-x, eletrocardiografia, ultrassonografia, endoscopia, tomografia computadorizada, laboratório, além de farmácia, serviço de nutrição e dietética, lactário, internação geral (adulta e pediátrica) e centro cirúrgico com 10 salas. No local, serão realizados cerca de 1,2 mil atendimentos de urgência e emergência, mais de 900 internações, 11 mil atendimentos ambulatoriais e 25 mil exames mensalmente. Serão oferecidas ainda cirurgia geral, pediátrica, ortopédica, cardíaca e urológica. O hospital municipal de Aparecida de Goiânia será gerido pelo Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH), Organização Social selecionada pela Prefeitura de Aparecida por meio de chamamento público.

SANTA CASA DE ANÁPOLIS 

Em Anápolis (Goiás), na tarde desta quarta-feira (18), o ministro da Saúde Gilberto Occhi, visitou a Santa Casa. A unidade é um hospital geral filantrópico e possui 185 leitos SUS, sendo 36 de UTI. A unidade responde por 15,83% dos atendimentos ambulatoriais e 61% das internações do município. Em 2017, recebeu do Ministério da Saúde R$21,47 milhões para esses atendimentos e internações.

GOIÁS

Goiás recebeu em 2018 R$ 2,44 bilhões do Ministério da Saúde, enquanto em 2017 o estado recebia R$ 2.13 bilhões, esses repasses envolvem estado e municípios. Os recursos repassados via Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Estadual de Saúde e Fundo Municipal de Saúde são para vigilância, assistência farmacêutica, atenção básica, média e alta complexidade, entre outras ações. Do total de R$ 2,44 bilhões do Ministério da Saúde, Anápolis recebeu R$ 153.78 milhões e Aparecida de Goiânia recebeu R$ 196.65 milhões em 2018.

Por Carolina Valadares, da Agência Saúde

Atendimento à imprensa - (61) 3315-3880 / 3587

Fim do conteúdo da página