Ir direto para menu de acessibilidade.

Dia Mundial de Luta Contra a Aids - 30 anos

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias AISA
  6. >
  7. Delegação de Honduras visita centros de referência em Saúde Mental
Início do conteúdo da página

Delegação de Honduras visita centros de referência em Saúde Mental

Escrito por alexandreb.sousa | Publicado: Quarta, 08 de Agosto de 2018, 11h36 | Última atualização em Quinta, 09 de Agosto de 2018, 15h46

A iniciativa é uma das atividades previstas no projeto de cooperação técnica firmado entre os dois países para melhorar a atenção em saúde mental em Honduras

As cidades de Brasilia (DF) e Maringá (PR) recebem, no período de 6 a 10 de agosto, delegação de Honduras como atividade do projeto de “Desenvolvimento de Capacidades na Área de Saúde Mental: Brasil – Honduras”. O objetivo da visita é conhecer estratégias de articulação dos serviços do sistema de saúde mental brasileiro para futura adaptação à realidade hondurenha.

O projeto firmado entre Ministério da Saúde do Brasil, Agência Brasileira de Cooperação e o governo de Honduras visa ampliar o acesso e melhorar a qualidade do atendimento de saúde mental em Honduras, por meio da atenção primária e o intercâmbio de conhecimentos e experiências com os gestores de saúde mental hondurenhos, nas áreas de monitoramento e gestão de redes de atendimento.

PROGRAMAÇÃO

Na segunda-feira (6), a delegação de Honduras será recepcionada pela Secretaria de Saúde de Maringá e pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná para conhecer a Rede de Atenção Psicossocial e visitar os Centros de Atenção Psicossocial: CAPSIII - atendimento de acolhimento noturno; CAPSad – atendimento especializado em álcool e drogas; e CAPSi – atendimento à crianças e adolescentes.

Na terça-feira (7), pela manhã, a equipe visita o Serviço de Emergência Psiquiátrica e os Leitos de Saúde Mental em Hospital Geral. Na parte da tarde conhecerão os Serviços de Residências Terapêuticas (SRTs), uma Unidade Básica de Saúde e o CAPSII, que atende todas as faixas etárias. Os hondurenhos encerram a programação em Maringá na quarta-feira (8) com visita ao Hospital Psiquiátrico e à Comunidade Terapêutica MAREV.

Na sexta-feira (10), a delegação se reunirá com a Secretaria de Atenção à Saúde (SAS), em particular a Coordenação-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas do Ministério da Saúde, em Brasília, para levantamento de informações acerca do desenvolvimento do projeto e planejamento das próximas atividades.

Por Anna Lima, do Nucom AISA

Atendimento à imprensa

(61) 3315-3580

Fim do conteúdo da página