Ir direto para menu de acessibilidade.

Doação de Leite Materno

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SESAI
  6. >
  7. Tupiniquins e Guaranis recebem Secretário da Sesai em visita ao Espírito Santo
Início do conteúdo da página

Tupiniquins e Guaranis recebem Secretário da Sesai em visita ao Espírito Santo

Escrito por Leonardo | Criado: Terça, 05 de Novembro de 2013, 10h37 | Publicado: Quinta, 23 de Janeiro de 2014, 10h37 | Última atualização em Terça, 28 de Janeiro de 2014, 16h39

Em visita inédita às comunidades indígenas do estado do Espírito Santo (ES), o secretário Especial de Saúde Indígena, Antônio Alves de Souza, esteve na última quinta-feira (31) na sede da Associação Indígena Tupiniquim e Guarani, localizada na Aldeia Caieiras Velhas, situada no município de Aracruz (ES). “Quero agradecer o convite e me desculpar pela falta de oportunidade. Somos consumidos diariamente pela burocracia que paira nos órgãos públicos”, justificou.

Para os indígenas, a presença de uma autoridade nacional proporciona a escuta das necessidades específicas daquela região e permite a proposição de medidas que alinhem a gestão. A coordenadora do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Minas Gerais e Espírito Santo, Elizabeth Stehling, acompanhou Antônio Alves durante o encontro, destacando a participação desta comunidade na fiscalização e condução das políticas de saúde locais.

“A saúde não se faz somente com a atuação dos gestores e, aqui no Espírito Santo, vocês possuem um Conselho Local muito atuante. Sem o Controle Social nós não temos condições de gerir a rede, porque não temos olhos e pernas suficientes para tomar conta de tudo”, destacou Elizabeth às lideranças indígenas.

Para o coordenador do Polo Base daquela região, Lindomar José de Almeida Silva, este é um momento impar para todos. “Sabemos que ele tem 850 mil índios para cuidar, número esse que deve ter aumentado há alguns minutos atrás, e a vinda do secretário era um anseio nosso desde 2010. Além disso, com a chegada da Elizabeth, temos uma nova coordenação que escuta os indígenas. Dentro de um ano, ela veio mais de cinco vezes ao estado”, pontuou o coordenador.

O mobilizador social Paulo Tupiniquim, também comentou sobre a necessidade de se trabalhar em conjunto, sempre visando a melhoria da Saúde Indígena. “Queremos ser parceiros na Saúde Indígena e fazer gestão compartilhada, conversando e trocando informações. Sabemos até onde a Sesai pode caminhar, mas nós, como lideranças e conselheiros, temos o dever de cobrar para que ela possa atuar de fato”, disse.

Pauta
A presença do secretário partiu de um convite pessoal do coordenador-executivo da Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME), Renato Tupiniquim, em visita ao gabinete da Sesai. “A sua vinda aqui será um canal de encaminhamento da Saúde Indígena do Espírito Santo que, de fato, está esquecida. O que nós queremos mesmo é fortalecer o trabalho da Sesai, porque temos que caminhar juntos. Hoje o DSEI tem cara de DSEI porque dialoga com os povos indígenas”, expôs Renato.

Entre as reinvindicações feitas pelos indígenas Tupiniquins e Guaranis do Espírito Santo, destaque para proposta de criação de um DSEI específico para população do estado, o que foi prontamente explicado pelo secretário que não depende exclusivamente do Ministério da Saúde. “A decisão de criação de órgãos não depende exclusivamente da Sesai e sim de aprovação do Congresso Nacional e, considerando o critério populacional, outros distritos são mais emergentes”.

Outra reivindicação da comunidade diz respeito à transferência do escritório local de Vitória para Aracruz. O secretário ressaltou que a Sesai apoia a transferência, medida esta já aprovada pelos indígenas locais.

Por Giovana Simoni
Fotos: Luís Oliveira – Sesai/MS

Clique aqui para ver mais fotos

Fim do conteúdo da página