Ir direto para menu de acessibilidade.

Sarampo mata. A vacina é a única maneira de prevenir a doença

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas Notícias
  4. >
  5. Notícias SGTES
  6. >
  7. Síndrome Congênita Associada à Infecção pelo vírus Zika é tema de curso EAD
Início do conteúdo da página

Síndrome Congênita Associada à Infecção pelo vírus Zika é tema de curso EAD

Escrito por alexandreb.sousa | Publicado: Segunda, 19 de Março de 2018, 14h39 | Última atualização em Terça, 20 de Março de 2018, 15h11

Com carga horária de 40h, o curso capacitará profissionais da Atenção Básica e da Atenção especializada

Box Title

Está disponível no Ambiente virtual do SUS (AVASUS), o curso Estimulação precoce em crianças com alterações decorrentes da Síndrome congênita associada à infecção pelo vírus Zika.

Voltado para psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos, enfermeiros e assistentes sociais que atuam na Atenção Básica e na Atenção Especializada, em especial nos Núcleos de Apoio a Saúde da Família para Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) e nos Centros de Reabilitação, o curso tem o objetivo de capacitar os profissionais da saúde no atendimento em reabilitação de crianças de 0 a 3 anos com alterações decorrentes da síndrome congênita e outras etiologias.

“A disponibilização de ofertas educacionais para qualificação dos profissionais de saúde, com vistas a aperfeiçoar o atendimento a crianças com alterações decorrentes da síndrome congênita associada à infecção pelo vírus Zika, é uma prioridade do Ministério da Saúde. E este curso será mais uma oportunidade para os profissionais de saúde se atualizarem, diante de um evento tão recente em nosso país”, destacou a diretora do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges), Cláudia Brandão.

Com carga horária de 40 horas, o curso elaborado pelo Hospital do Coração de São Paulo (HCOR) via PROADI-SUS, em parceria com as áreas técnicas do Ministério da Saúde, foca na abordagem familiar, nas habilidades de comunicação, exame físico, avaliação e estimulação da criança, técnicas para a estimulação precoce e desenvolvimento de recursos terapêuticos e adaptação de materiais. Além de incentivar o reconhecimento à importância da integralidade do cuidado e das Redes de Atenção à Saúde.

Para acessar o curso basta se cadastrar no AVASUS e se inscrever na oferta.

Por Natalia Pinheiro, do NUCOM/SGTES
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580

Fim do conteúdo da página