Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Saúde de A a Z
  4. >
  5. Coronavírus
Início do conteúdo da página
Coronavírus

Coronavírus: causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção

Escrito por alexandreb.sousa | Publicado: Terça, 02 de Maio de 2017, 16h08 | Última atualização em Quinta, 29 de Novembro de 2018, 13h31

O que são os coronavírus?

Os Coronavírus (CoV) são uma grande família viral que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. Os Coronavírus humanos causam doença respiratória, de leve a moderada, no trato respiratório superior. Esses vírus receberam esse nome devido às espículas na sua superfície, que lembram uma coroa.

Os primeiros Coronavírus humanos foram inicialmente identificados em meados da década de 1960. Os Coronavírus que infectam humanos são:

  • alpha coronavírus 229E e NL63;

  • beta coronavírus OC43 e HKU1;

  • SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS);

  • MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio ou MERS).

IMPORTANTE:  A maioria das pessoas se infecta com um ou mais coronavírus comum durante a vida. Crianças pequenas estão mais propensas à infecção. Contudo, um indivíduo pode ter múltiplas infecções ao longo da vida.

Quais são os sintomas dos coronavírus?

Os coronavírus humanos comuns geralmente causam infecções leves ou moderadas do trato respiratório superior, com curta duração. Os sintomas podem

  • incluir coriza;

  • dor de garganta;

  • febre.

IMPORTANTE:  Esses vírus, algumas vezes, podem causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias - que são mais comuns em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou idosos.

Como os coronavírus são transmitidos?

O modo de transmissão dos coronavírus humanos comuns acontece das seguintes formas:

  • pelo ar;

  • por meio de tosse ou espirro;

  • contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

  • contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido então de contato com a boca, nariz ou olhos.

O período de incubação dos coronavírus, ou seja, período em que os sintomas surgem desde a infecção no organismo, é de 2 a 14 dias. Já sobre o período de transmissibilidade, de uma forma geral, ocorre apenas enquanto persistirem os sintomas.

É possível a transmissão viral após a resolução dos sintomas, mas a duração do período de transmissibilidade é desconhecido para o SARS-CoV e o MERS-CoV. Durante o período de incubação e em casos assintomáticos, os coronavírus não são contagiosos.

Como é feito o diagnóstico dos coronavírus?

O diagnóstico dos coronavírus é basicamente clínico, com avalição do profissional de saúde e análise dos sintomas. 

Para confirmar a presença do vírus, podem ser feitos exames de sangue, fezes e/ou secreções nasais, por meio de testes sorológicos, PCR e cultura viral.

Em casos mais graves, que são raros, pode ser necessária a internação do paciente. O diagnóstico e exames são feitos pelo profissional de saúde, de acordo com a situação de cada caso.

Como é feito o tratamento dos coronavírus?

Não existe tratamento específico para infecções causadas por coronavírus humano.

No caso dos coronavírus humanos comuns, a maioria das pessoas se recuperam sozinhas após alguns dias, com repouso e consumo de bastante água. Porém, algumas medidas podem ser adotadas para aliviar os sintomas, como:

  • Uso de medicamento para dor e febre (antitérmicos e analgésicos).
  • Uso de humidificador no quarto ou tomar banho quente para auxiliar no alívio da dor de garanta e tosse.
  • Ingestão de líquidos.
  • Repouso. 
IMPORTANTE:  No caso de suspeita dos tipos MERS ou SARS, um médico deve ser consultado imediatamente. Nos casos de pacientes com sintomas graves, é recomendada internação e suporte ventilatório, mas essas medidas variam conforme cada caso e com a devida indicação médica.

Como prevenir os coronavírus?

Para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, como os coronavírus, são recomendadas medidas gerais de prevenção, como:

  • Frequente lavagem e higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento.

  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal.

  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir.

  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca.

  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar.

  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

  • Manter os ambientes bem ventilados.

  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de infecção respiratória.

Até o momento, não existe vacina para os coronavírus, sejam os comuns ou os MERS-CoV e SARS-CoV.

registrado em:
Fim do conteúdo da página