Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Saúde Indígena

Saneamento e Edificações

Escrito por André | Publicado: Segunda, 29 de Maio de 2017, 17h23 | Última atualização em Quinta, 31 de Agosto de 2017, 11h54

 

O Departamento de Saneamento e Edificações de Saúde Indígena tem por competência planejar, coordenar, supervisionar, monitorar e avaliar as ações referentes a saneamento e edificações nas áreas indígenas. O departamento tem como atribuições planejar e supervisionar a elaboração e implementação de programas e projetos de saneamento, de edificações e de educação em saúde indígena, relacionadas à área de saneamento. Também é responsável por estabelecer diretrizes para a operacionalização das ações de saneamento e edificações, bem como apoiar as equipes dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas no desenvolvimento das ações de saneamento e edificações.

Áreas de atuação

Saneamento

  • Implantação e manutenção dos Sistemas de Abastecimento de Água (SAA) em comunidades indígenas;
  • Implantação e manutenção das Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD);
  • Monitoramento da qualidade da água para consumo humano;
  • Monitoramento e manejo e destinação dos resíduos sólidos em comunidades indígenas;

Edificações

  • Implantação e manutenção da rede de abastecimentos de saúde indígena;
  • Monitoramento da execução das obras;

 

Acessibilidade às áreas indígenas

Via barco (alguns exemplos)

  • Vale do Javari - de 2 a 12 dias para acesso às aldeias.
  • Aldeia Guató – Mato Grosso do Sul - 12 horas
  • Parque do Xingu -12 horas

Acesso somente por via aérea (alguns exemplos)

  • Povos Yanomami (Roraima)
  • Região do Parque do Tumucumaque (Amapá)
  • Kaiapó (Pará) - Aldeia Baú

Via terrestre – maioria das aldeias

 

Fim do conteúdo da página