Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Saúde para Você

Nas Ondas do Rádio

Escrito por Alessandra Bernardes | Publicado: Quinta, 29 de Junho de 2017, 11h14 | Última atualização em Segunda, 28 de Agosto de 2017, 11h57

Desde 2013, a Coordenação-Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno sensibiliza radialistas de diversas partes do país no tema da violência contra crianças e adolescentes. O objetivo é ter os radialistas como parceiros do Ministério da Saúde atuando na prevenção da violência e na promoção de uma cultura de paz. O radialista sensibilizado torna-se apto a trabalhar com a temática no dia a dia da programação das rádios em que atua, ampliando conhecimentos e sensibilizando a população acerca da prevenção da violência, notificação dos casos e promoção de direitos de crianças e adolescentes.

Segundo a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), 88,1% dos domicílios do país possuem rádio. São aproximadamente 9,4 mil emissoras em funcionamento no país, incluindo emissoras comerciais AM e FM e rádios comunitárias. O Ministério da Saúde, por meio da Coordenação-Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno/DAPES/SAS, enxergou nesses dados o potencial do rádio para levar aos brasileiros, com humor e criatividade, mensagens de paz e de garantia dos direitos de crianças e adolescentes.

Sabe-se que o rádio tem como função informar, mostrar diferentes pontos de vista, levar entretenimento, publicidade e muitas outras mensagens de interesse da população. Por cumprir esse papel, é considerado um espaço de força dentro da comunidade e tendo em vista os amplos e flexíveis meios de linguagem que utiliza na propagação de ideias, o rádio é capaz de alcançar diferentes segmentos da sociedade e atuar na formação da opinião pública, dos valores, crenças e atitudes.

Nesse sentido, é grande seu potencial para trabalhar a educação, a cidadania e a conscientização do público no que se refere aos direitos humanos, à prevenção de violências contra crianças, adolescentes e suas famílias, à importância da notificação dos casos de violação de direitos e à promoção da cultura de paz.

Abrangência

O projeto Nas Ondas do rádio a prevenção da violência contra crianças e adolescentes foi desenvolvido inicialmente nos 17 estados do Nordeste e da Amazônia Legal, e os municípios/capitais da fase piloto da Estratégia Brasileirinhos e Brasileirinhas Saudáveis (Rio de Janeiro, Florianópolis e Campo Grande) que participaram do Projeto de Capacitação de Trabalhadores de Saúde e na Estratégia da Linha de Cuidado para a Atenção Integral à Saúde de Crianças, Adolescentes e suas Famílias em Situação de Violências.

A primeira fase do Projeto iniciou nos 17 estados do Nordeste e Amazônia Legal e possibilitou a sensibilização e capacitação de 106 radialistas de rádios comunitárias (37%), escolares (16%), educativa (5%), públicas (27%) e comercial (13%) e outras (2%), em oficinas realizadas em Recife (PE) e Belém (PA).

Público

Profissionais de rádio (comunitárias, escolares, públicas e comerciais).

Como levar a capacitação para radialistas do seu município?

Entre em contato com a Coordenação-Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde pelo e-mail crianca@saude.gov.br ou pelo telefone (61) 3315.9070

Fim do conteúdo da página