Ir direto para menu de acessibilidade.

Vacine-se

    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Saúde para Você
  4. >
  5. Saúde da Pessoa Idosa
  6. >
  7. Gestão
  8. >
  9. Mapeamento de experiências
Início do conteúdo da página

GRIPE:QUEM DEVE SE VACINAR?

Mapeamento de experiências

Escrito por alexandreb.sousa | Publicado: Quinta, 29 de Junho de 2017, 19h07 | Última atualização em Terça, 17 de Abril de 2018, 11h30

O Mapeamento de Experiências Estaduais, Municipais e de Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), no Campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, é uma iniciativa que integra a agenda anual da Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa (COSAPI/DAPES/SAS) do Ministério da Saúde, em parceria com o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT/Fiocruz).

Seu objetivo é conhecer e dar visibilidade a boas práticas de municípios, estados e DSEIs no campo da saúde da pessoa idosa. Com isso, espera-se divulgar e compartilhar experiências com gestores, profissionais de saúde e interessados em geral, e incentivar estratégias e ações que contribuam para qualificar o cuidado à pessoa idosa no Sistema Único de Saúde.

Todos os anos, gestores e profissionais de saúde podem inscrever suas práticas voltadas para a população idosa. O Mapeamento é estruturado em quatro etapas que seguem cronograma específico divulgado pela COSAPI/DAPES/SAS.

Etapas

1ª Etapa – Inscrição

A inscrição é realizada por meio de formulário eletrônico disponível neste site.


2ª Etapa – Avaliação das experiências inscritas

As experiências inscritas são avaliadas por um comitê avaliador composto por gestores, pesquisadores e controle social, representantes de diversas instituições como Comissão Intersetorial de Atenção à Saúde nos Ciclos de Vida (Criança, Adolescente, Jovem, Adulto (a) e Idoso (a)) (CIASCV/CNS); Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI); Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (CONASEMS); Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS); Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), ICICT/Fiocruz, Ministério da Saúde (SAS, SESAI, SVS) e outras, convidadas pela COSAPI.

A etapa de avaliação das experiências considera a representatividade regional e segue critérios divulgados anualmente em edital.


3ª Etapa – Divulgação dos Resultados

As experiências selecionadas são divulgadas no site da Saúde da Pessoa Idosa e em outras mídias.


4ª Etapa – Apresentação das experiências selecionadas

Todos os anos, os coordenadores das experiências selecionadas são convidados a apresentá-las durante evento organizado em Brasília/DF.

O evento reúne também, como convidados, integrantes do Colegiado Nacional de Coordenadores de Saúde da Pessoa Idosa, das áreas técnicas do Ministério da Saúde, OPAS, CONASS, CONASEMS, CNDI, CIASCV/CNS, CONDISI, entre outras instituições. Durante o evento, a Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa realiza uma premiação simbólica, por meio de entrega de Certificado de Reconhecimento de Experiência Exitosa, no âmbito do SUS.

De 2013 a 2017 foram realizadas 5 edições cujas experiências selecionadas podem ser consultadas no site da iniciativa

registrado em:
Fim do conteúdo da página