Ir direto para menu de acessibilidade.

Banner febre amarela sintomas tratamento prenvenção

Início do conteúdo da página

Trabalho, Educação e Qualificação

Dimensionamento da força de Trabalho em Saúde

Publicado: Segunda, 26 de Junho de 2017, 11h33 | Última atualização em Quarta, 23 de Agosto de 2017, 13h40

O dimensionamento da força de trabalho é considerado ferramenta estratégica para gestão em saúde. Ao possibilitar aproximação do cenário da força de trabalho, indica variáveis sobre suas características, aspectos de lotação, provimento, movimentação e qualificação, empoderando gestores e trabalhadores para negociação e tomada de decisão.

A temática do Dimensionamento de trabalhadores de saúde (Planejamento de Recursos Humanos na Saúde) se impõe cada vez mais como uma questão primordial e prioritária para a realidade do Setor, quer para a busca da atenção efetiva e adequada às necessidades da população, considerando aspectos quantitativos e qualitativos, quer para a racionalização na definição de pessoal necessário, orientando a gestão do trabalho para a maximização de ações e resultados, dentro de uma relação custo-benefício viável e apropriada.

A preocupação crescente no Brasil e em outros países com essa temática, baseia-se na necessidade da otimização dos recursos financeiros disponíveis pelos entes federativos para melhor planejamento de suas ações na promoção da atenção à saúde, sobretudo, quanto a real necessidade no quantitativo de profissionais de saúde e com a consequente identificação de quais seriam as profissões que melhor atenderiam suas populações.

A Coordenação Geral de Gestão do Trabalho em Saúde (CGTS) tem atuado com o propósito de identificar as diferentes metodologias desenvolvidas, seja no campo acadêmico, bem como experiências implementadas pelos gestores estaduais e municipais. Nesse sentido, e considerando a diversidade e complexidade do setor saúde, o departamento propôs suas ações em duas frentes:

  • Dimensionamento da Força de Trabalho na Atenção Básica;
  • Dimensionamento da Força de Trabalho na Urgência e Emergência.

O trabalho em execução engloba a interação com os gestores e equipes das secretarias de saúde por meio de processo de educação permanente, envolvendo diversas metodologias de capacitação na construção do dimensionamento da força de trabalho.

Cita-se que nessa dimensão, de 2012 a 2016, alguns entes federativos foram contemplados com metodologias, trocas de experiências e qualificação da gestão e do atendimento à população (Bahia, Rio Grande do Norte, Campinas/SP, Curitiba/PR, Santos/SP, Sena Madureira/AC, Rio Branco/AC, Sobral/CE), sobretudo numa maior organização de seus processos de trabalho (Realização de concurso público fundamentado, desenvolvimento de metodologias que possibilitam o remanejamento de profissionais entre suas unidades de saúde, maior efetividade e adequações nas compras relacionadas à logística, construção de sistemas de informação de dimensionamento da Força de Trabalho, entre outros), possibilitando um planejamento macro de suas ações políticas e sociais.

Com esse histórico de ações e validações, o departamento necessita, para o futuro, de um maior enlace com o restante do pais para auxiliá-los nessa difícil missão de organizar sua força de trabalho, seja com a delimitação e oferta de diretrizes sobre o tema, ou até mesmo na continuidade de ações que visem a implementação e aprimoramento de sistemas de dimensionamento na gestão do trabalho no SUS.

Fim do conteúdo da página