Ir direto para menu de acessibilidade.

Banner MosquitoNao 960x100px

Início do conteúdo da página

Vigilância em Saúde

Chumbo

Publicado: Sexta, 25 de Agosto de 2017, 14h32

O chumbo é um elemento químico da classe dos metais pesados que pode assumir diferentes formas:

  • Chumbo metálico: é um metal cinza-azulado extraído de galena, cerusita ou anglesita, minérios naturais da crosta terrestre. Suas principais características são a resistência à corrosão; a capacidade de formar ligas metálicas; a maleabilidade; e o baixo ponto de fusão.
  • Compostos de chumbo: são compostos orgânicos ou inorgânicos obtidos através da combinação do chumbo com outros elementos químicos.

Embora o chumbo possua várias aplicações econômicas, sua utilização vem sendo restrita por causa de seu potencial tóxico. O Quadro 1 lista algumas atividades econômicas envolvendo chumbo:

Quadro 1 – Exemplos de atividades econômicas envolvendo chumbo

Atividades envolvendo chumbo

Medicina e Ciência

Proteção contra raios X.

Automóveis

Material de revestimento e baterias.

Elétrica

Cabos revestidos e acumuladores elétricos.

Construção

Canos, soldas e lâminas.

Plásticos

Fabricação de PVC.

Pigmentação

Tintas, corantes, esmaltes e maquiagem.

Fotografia

Fotopolimerização e sensibilizador.

Armamentos

Munição e explosivos.

Mineração

Extração comercial de chumbo e lapidação de pedras preciosas.

Pesca

Chumbada de pesca.

As emissões de chumbo no meio ambiente podem ser naturais ou antropogênicas. As emissões naturais decorrem das emissões vulcânicas, da decomposição das rochas e emissões do mar. Já as antropogênicas se devem à intensa utilização desse metal pelos homens nos últimos séculos, liberando chumbo no ar, no fundo dos rios e no solo.

O chumbo está presente na poluição atmosférica graças à queima de combustíveis fósseis (carvão, petróleo e gás natural) e às indústrias que empregam a fusão de chumbo em seus processos de fabricação. Até os anos 90, a adição de chumbo tetraetila (CTE) para aumentar a octanagem da gasolina era comum em vários países, de modo que os automóveis eram considerados a maior fonte de poluição do ar por chumbo. No Brasil, o CTE foi banido da gasolina em 1989. No entanto, grande parte da contaminação de solos por chumbo ainda pode ser atribuída a seus usos no passado, como a adição de CTE à gasolina.

A contaminação do meio ambiente com chumbo pode decorrer, ainda, de acidentes e da destinação inadequada de resíduos. Essa substância é capaz de persistir no solo e no fundo de rios durante várias décadas. Como consequência disso, há acumulação de chumbo ao longo das cadeias alimentares: os animais do topo da cadeia, entre eles o homem, acumulam altos teores de chumbo à medida que se alimentam de seres contaminados, podendo desenvolver problemas de saúde (Figura 1). 

Figura 1 – Acumulação de chumbo ao longo da cadeia alimentar.

registrado em:
Fim do conteúdo da página